Quem é quem

Adriana Rigon Weska

Diretora-Geral

Graduada em Nutrição com Especialização em Nutrição Humana e Administração de Unidades de Alimentação e Nutrição, ambas pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), é Mestre em Gestão e Avaliação da Educação Pública, pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Foi Diretora de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (DIFES) e Secretária de Educação Superior (substituta) da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (SESU/MEC). Na UFMT, atuou como Pró-Reitora Administrativa, Pró-Reitora de Planejamento e Assessora da Reitoria. Desde maio de 2015, atuou como Diretora da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI) no Brasil. Entre as suas principais funções, destacam-se a coordenação do processo de expansão/interiorização das universidades federais e a sua consequente reestruturação acadêmica, o protagonismo na interlocução entre a SESU/MEC e as Universidades Federais, a colaboração na elaboração da Política Nacional de Expansão das Escolas Médicas das Instituições Federais de Educação Superior e a colaboração na elaboração do Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2023.

MARCELO ESTRELA FICHE

Diretor Executivo

Doutor em Economia aplicada pela Universidade de Brasília (UnB), Mestre em Economia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e graduado na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (1992) com especialização em máquinas. Especialista em Direito Tributário e Finanças Públicas pelo Instituto de Direito Público. Concursado no cargo de Auditor Federal de Finanças e Controle da Secretaria do Tesouro Nacional. Ocupou cargos gerenciais tais como Gerente de arrecadação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Assessor econômico do Ministro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social – CDES da Presidência da República, Coordenador-Geral de execução financeira do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC), Coordenador-Geral de Política Fiscal e Chefe de Gabinete da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, entre outros. Atuou também no Centro de Estudos Avançados de Governo e Administração Pública da Universidade de Brasília (CEAG/FACE). Como docente é professor e coordenador do curso de Ciências Econômicas e do MBA em Gestão Tributária e coordenador e professor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Governança, Tecnologia e Inovação na Universidade Católica de Brasília (UCB).

Cláudia Griboski

Diretora de Instrumentos de Avaliação, Seleção e Certificação

Graduada em Pedagogia, é Mestre em Engenharia da Produção, na área de qualidade da gestão escolar pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Doutora em Educação, com ênfase em gestão de políticas públicas de avaliação da educação pela Universidade de Brasília (UnB).
A professora Claudia Griboski tem atuações de destaque como Diretora de Políticas de Educação Especial (MEC), Diretora de Avaliação da Educação Superior (INEP/MEC) e Diretora de Avaliação e Informações Gerenciais e Presidente da Comissão Própria de Avaliação da UnB. Nesse período, foi presidente da Red Iberoamericana para el Aseguramiento de la Calidad en la Educación Superior (RIACES) e coordenou a implementação de programas governamentais como o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) incluindo o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes da Educação Superior (ENADE), o Sistema de Avaliação das Escolas de Governo (SAEG) e o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituições de Educação Superior (REVALIDA).

Jorge Amorim Vaz

Diretor de Operações em Eventos

Graduado em Processamento de Dados com Especialização MBA em Business Intelligence (BI) pela UPIS – Faculdades Integradas.

Trabalhou por 17 anos no Centro de Processamento de Dados da Universidade de Brasília (UnB). Em 1992, foi requisitado para trabalhar na Presidência da República onde desempenhou por 4 anos a função de Analista de Sistemas Desenvolvedor na Diretoria de Modernização e Tecnologia da Informação.

Em 1996 transferiu-se para o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) da Universidade de Brasília (UnB), sendo lotado na Diretoria de Tecnologia da Informação onde ocupou a vaga de Analista Desenvolvedor e, posteriormente, a função de Gerente de Produção. Em 2005, assumiu o cargo de Diretor de Tecnologia da instituição, cargo que ocupou por 12 anos, antes de assumir a Diretoria de Operações em Eventos do Cebraspe, em 2016.